Lifting Facial Endoscópico

Lifting Facial Endoscópico

O que é?

O Lifting Facial Endoscópico é o procedimento que visa o rejuvenescimento facial através do reposicionamento dos tecidos flácidos. Usamos pequenas incisões no couro cabeludo de 0,5 a 2 cm e, através do uso do endoscópio, podemos trabalhar as estrutura profundas, poupando a face de cicatrizes visíveis. Normalmente, pode ser realizado associado ao peeling a laser de pálpebra inferior, lábios ou mesmo face total. Pode-se usar também procedimentos de preenchimento como injeção de gordura ou produtos.Indicação: pode ser isolado em pacientes jovens, ou associado à Lifting Convencional.

O que você precisa saber

1) Cicatriz: As pequenas cicatrizes localizam-se no couro cabeludo.

2) Anestesia: Normalmente, local com sedação.

3) Tempo cirúrgico: Uma hora e meia.

4) Tintura de cabelo: A tintura de cabelo deve ser providenciada uma semana antes da cirurgia para que seu efeito permaneça até que possa ser feita novamente após 3 semanas do procedimento.

5) Corte de cabelo: Os cabelos não são cortados durante a cirurgia.

Pré-operatório

1) Exames complementares a serem especificados pela cirurgiã.

2) Fotografia da região é importante para avaliação, programação cirúrgica e documentação.

3) Compareça na clínica no dia e horário combinados, de preferência acompanhado(a).

4) Não leve para a clínica jóias e outros objetos de valor.

5) Não pinte as unhas.

6) Qualquer intercorrência como doenças (gripe, febre, infecção) ou outros motivos que acarretem a suspensão da cirurgia, avise a cirurgiã com antecedência.

Cuidados

1) Jejum de no mínimo 6 horas antes do início da cirurgia.

2) Medicação para hipertensão e outras doenças deve ser informada para posterior orientação.

3) Não tome medicação que contenha ácido acetil salicílico (ex.: AAS, Ronal, Buferin, Aspirina), uma semana antes e uma semana após a cirurgia porque aumenta o sangramento.

4) Medicação para emagrecimento deve ser suspensa 15 dias antes da cirurgia.

5) Não fume 15 dias antes e 15 dias após a cirurgia. Que tal aproveitar para parar de fumar ?

Pós-operatório

1) Dor: A cirurgia é geralmente indolor. Raramente apresenta discreta dor, que pode ser perfeitamente sedada com analgésicos comuns.

2) Tempo de Internamento: Ambulatorial ou internamento 24 horas.

3) Primeiros Curativos: Ao sair do centro cirúrgico, virá com um curativo em forma de capacete. Após a retirada, o cabelo é lavado normalmente (levar shampoo e condicionador para a clínica) e pode ser secado com secador manual discretamente aquecido e penteado delicadamente. Os olhos não ficam ocluídos, recomendando-se compressas de água boricada gelada ou chá de camomila frio por 48 horas.

4) Banho: No dia seguinte.

5) Alimentação: Líquida e pastosa nos primeiros dias.

6) Equimoses (roxos): Normalmente, muito pouco, podendo fazer compressas geladas com água boricada ou chá de camomila frio, ou até o uso de Arnica.

7) Edemas (inchaço): O inchaço é progressivo durante as primeiras 48 horas, após as quais torna-se estável para então iniciar o processo de regressão, mais rápido nas pálpebras e mais lento no restante da face. O tratamento da musculatura resulta em uma sensação de "face presa". Isto pode ser agravado pelo edema e tende a melhorar, principalmente após o início das massagens.

8) Pruridos (coceira, ardor, insensibilidade ou hipersensibilidade): Podem ocorrer eventualmente, mas isto é temporário e tende a desaparecer no prazo de mais ou menos 3 meses.

9) Esforços Físicos: Aguardar 15 dias.

10) Retirada dos pontos: Os pontos do couro cabeludo são retirados com 7 dias.

11) Curativos após a alta: Somente higiene normal sobre as cicatrizes.

12) Sol: Não é permitido por um período mínimo de 1 mês. Recomendamos o uso de filtro solar (fator 30 ou mais), repassado a cada 3 horas, rigorosamente por 2 meses.

13) Massagem: Massagem facial e linfática durante os primeiros 2 meses acelera a regressão do edema.

14) Maquiagem e tintura de cabelo: A maquiagem é permitida após a primeira semana e a tintura de cabelo após 3 semanas.

15) Depressão: Um curto período de depressão emocional pode ocorrer nos primeiros dias, devido ao aspecto inicial. Isto é passageiro e geralmente advém da ansiedade em se atingir o resultado final o quanto antes. Tenha paciência. Lembre-se que nenhum resultado de cirurgia estética da face deve ser avaliado antes dos 3 meses pós-operatórios.

Será que isto vai desaparecer?

Toda cirurgia envolve um período próprio de recuperação. Dê tempo ao tempo, que seu organismo se encarregará de dissipar pequenos transtornos que infalivelmente chamarão a atenção de alguma pessoa que não se furtará à observação: "Será que isto vai desaparecer?" Não deixe de nos transmitir qualquer tipo de preocupação. Daremos os esclarecimentos necessários para sua tranquilidade.

Resultado final

Durante os primeiros quatro meses pós-cirúrgicos, a região apresentar-se-á um pouco edemaciada (inchada), havendo com o passar do tempo, uma acomodação gradativa de tecidos orgânicos.
A cicatriz estará inicialmente mais avermelhada e endurecida, para então tornar-se mais pálida e delgada. Este processo é lento e poderá levar vários meses. No entanto, não se pode prever exatamente como vai resultar, uma vez que o processo não depende somente da técnica empregada e dos cuidados pós-operatórios, mas também de fatores individuais.

Passados os seis meses iniciais, procede-se uma reavaliação e nova fotografia para comparação do pré e pós-operatório (antes e depois). Se esta reavaliação indicar a necessidade de algum retoque, procedimento considerado comum em cirurgia plástica, este deverá ser realizado após o 6º mês e no período máximo de 10 meses após a cirurgia.

Rua Des. Vieira Cavalcanti, 590
Mercês - 80510-090 - Curitiba/PR