Mamoplastia Redutora com ou sem inclusão de prótese

Mamoplastia Redutora com ou sem inclusão de prótese

O que é?

Mamoplastia Redutora é a redução de volume mamário quando este apresenta-se exuberante.
Mastopexia é a eliminação do excesso de pele quando esta apresenta flacidez importante, com elevação da mama, mas sem redução de volume.

Mama Redutora com inclusão de prótese - é reservada para mamas extremamente gordurosas, pós -bariátrica em pacientes que já tenham amamentado e encontram-se em período de menopausa, onde a mama não tem quase nada de parênquima glandular. A prótese dá maior firmeza a esta mama e mantém melhor o resultado de forma. NÃO é indicado para jovens com mama glandular e que ainda não tenham amamentado.

O que você precisa saber

1) Cicatriz: Procuramos sempre deixar cicatrizes pequenas, porém estas estão relacionadas com o volume a ser retirado e com a flacidez existente. As cicatrizes podem ser em "L", "T" invertido, periareolar ou vertical, dependendo do caso. Recomendamos vários cuidados pós-operatórios para obtenção de boa qualidade em relação às cicatrizes. No entanto, não podemos prever com exatidão como vão resultar, uma vez que isto também depende de fatores individuais. As cicatrizes passam por um processo evolutivo onde no início apresentam-se mais avermelhadas e endurecidas e depois tonam-se mais delgadas e pálidas. Este processo é lento e pode durar vários meses.

2) Anestesia: Pode ser local com sedação, peridural ou mesmo geral, conforme indicação do anestesiologista.

3) Tempo cirúrgico: Em torno de 1 hora e meia a 2 horas.

4) Idade: Uma vez que a mama tenha estacionado seu crescimento (quando não houver mais troca de soutien para números maiores).

5) Amamentação: A cirurgia só é recomendada pelo menos seis meses após o término da amamentação.

Pré-operatório

1) Exames complementares a serem especificados, incluindo mamografia e ecografia das mamas.

2) Fotografia da região, é importante para avaliação, programação cirúrgica e documentação.

3) Providencie soutien (tipo corpete) reforçado do tamanho combinado previamente.

4) Compareça na clínica no dia e horário combinados, de preferência acompanhada, principalmente se a cirurgia for ambulatorial.

5) Não leve para a clínica jóias e outro objetos de valor.

6) Não pinte as unhas.

7) Qualquer intercorrência como doenças (gripe, febre, infecção) ou outros motivos que acarretem a suspensão da cirurgia, avise com antecedência.

8) Pode ser feito uso de Arnica para evitar equimoses (roxos). Este deve ser iniciado de uma semana a dez dias antes da cirurgia. Faça uma avaliação com o clínico para orientação de medicações pré-operatórias importantes na cicatrização e equilíbrio do organismo, visando uma melhor recuperação.

Cuidados

1) Depende da sensibilidade individual, mas normalmente é pouco dolorosa.

2) Geralmente 24 horas de internamento ou ambulatorial.

3) Curativos com atadura logo após a cirurgia e colocação do soutien após 24 horas. Uso de micropore(25 e 50mm) por dois meses com troca semanal.

4) Banho de chuveiro normal após 24 horas. Seque o micropore com secador de cabelo.

Pós-operatório

1) Dor: Pode existir e será contornada com analgésicos.

2) Tempo de Internamento: Poderá receber alta no mesmo dia da cirurgia, ou permanecer 24 horas internada.

3) Curativos: Curativos com atadura logo após a cirurgia e colocação de sutien posteriormente.

4) Postura: A mais ereta possível.

5) Banho: Banho de chuveiro normal após a retirada das ataduras. Seque os micropores com secador de cabelo.

6) Vestimentas: Procure usar roupas abertas na frente. Use o soutien dia e noite, durante dois meses.

7) Alimentação: Normal.

8) Equimoses: As esquimoses (roxos) são absorvidos no prazo de 7 a 10 dias, podendo ser usado pomada ou gel especial.

9) Retirada dos pontos: Não há retirada de pontos, uma vez que eles são internos.

10) Esforços Físicos: Durante um mês, não eleve os braços acima dos ombros, não dirija e não erga peso. Ginástica e natação, somente após quatro meses.

11) Relação Sexual: Com moderação, assim que sinta condições.

12) Sol: Não se exponha ao sol durante 30 dias.

13) Forma: A forma inicial das mamas sofre alteração, ocorrendo uma discreta rotação das mesmas, dando a elas a forma natural de gota. A forma final está relacionada com o tipo de pele e consistência prévia das mamas.

14) Sensibilidade: Pode acontecer alteração da sensibilidade das mamas para mais ou para menos durante um período de mais ou menos 2 meses, mas é transitório.

Será que isto vai desaparecer?

Toda cirurgia envolve um período próprio de recuperação. Dê tempo ao tempo, que seu organismo se encarregará de dissipar pequenos transtornos que infalivelmente chamarão a atenção de alguma pessoa que não se furtará à observação: "Será que isto vai desaparecer?" Não deixe de nos transmitir qualquer tipo de preocupação. Daremos os esclarecimentos necessários para sua tranquilidade.

Resultado final

A partir do quarto mês acontece nova sessão fotográfica para comparação do pré e pós-operatório (antes e depois). Esta reavaliação que poderá indicar a necessidade de algum retoque, procedimento este considerado comum em cirurgia plástica, e deverá ser realizado após o 6º mês e no prazo de até 10 meses após a cirurgia.

Rua Des. Vieira Cavalcanti, 590
Mercês - 80510-090 - Curitiba/PR